Mulher é agredida após recusar beijo de homem durante o Carnaval

RTEmagicC_thaianne.jpg

Ludmylla de Souza Valverde foi agredida na noite de sexta-feira (5) no circuito Dodô (Barra-Ondina), após rejeitar o assédio de dois homens. Ludmylla prestou queixa, no sábado (6) na 14ª Delegacia (Barra), mas a polícia ainda não identificou os autores da agressão.

Por volta das 23h de sexta (5), Ludmylla e sua irmã, Thaianna de Souza Valverde, estavam na Barra aguardando a passagem de um trio. Dois homens saíram do bloco Eu Vou, comandado no dia pela banda Aviões do Forró, e começaram a assediar as duas.

Após Ludmylla intervir em defesa da irmã, que tentava se desvencilhar de um beijo forçado, um dos homens a empurrou. O outro homem arremessou um copo de acrílico que atingiu o olho de Ludmylla. Thaianna, que fazia aniversário no dia, utilizou seu perfil no Facebook para desabafar.

“No dia do meu aniversário vivi uma cruel situação de machismo. Ao olhar para minha irmã naquele estado eu enlouqueci. Mas é isso: Todo ódio será transformado em indignação. Toda dor será transformada em luta. Somos muitas e somos fortes. Não podemos aceitar o domínio sobre nossos corpos e vidas. Seguiremos lutando!”, escreveu Thaianna.

Ludmylla prestou queixa e realizou exame de corpo e delito ainda na sexta-feira (5). A delegada da 14ª Delegacia, Carmen Dolores, informou que já solicitou as imagens das câmeras de segurança espalhadas pelo circuito, para tentar identificar os autores do crime. Caso identificados, eles serão autuados por lesão corporal e constrangimento ilegal.

Correio da Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0