Humberto Martins afirma que não aceitaria interpretar um personagem gay na TV

RTEmagicC_humberto2712.jpg

O ator Humberto Martins disse que não aceitaria interpretar um personagem gay na TV. Em entrevista a revista ‘Quem’, o ator afirmou que a TV aberta não aceitaria que um ator como ele, que já interpretou diversos policiais, vivesse um personagem gay.

“Como pegar um cara assim e fazer dele uma bicha?”, questiona o ator. Para o ator, essa decisão é uma questão comercial e a TV aberta não comportaria esse tipo de escalação, pois soaria falso.

Ainda na entrevista, Humberto, que interpreta o empresário Germano na novela ‘Totalmente Demais’, falou sobre a mudança do personagem de Marcos Pasquim na novela Babilônia, que inicialmente seria gay e acabou se envolvendo com a mocinha Regina, vivida por Camila Pitanga. “Novela é produto popular. O público manda na história, acolhe e decide o que quer assistir. Ele não gosta de ver uma pessoa que já idolatrou em sua mente como galã interpretando gay. Há outros atores para isso!”, afirma.

O ator contou também a revista ‘Quem’ que já teve síndrome do pânico na época da novela Vira-Lata, em 1996. Segundo Humberto, a síndrome durou cerca de seis meses e ele teve que tomar remédios, além de passar por acompanhamento psicológicos.

Quando o assunto é traição, Humberto confessa que já traiu, mas afirma que agora tem consciência de não fazer mais isso. “O homem tem natureza traidora na cultura latina. Traí quando mais novo, tinha seis namoradas”, confessa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0