Mulher de Arlindo Cruz diz que ele não desfilará por falta de organização da X-9

Babi Cruz, mulher de Arlindo Cruz, se emocionou ao ver o sambista vestindo o terno que usaria durante o desfile da X-9 Paulistana, escola de samba de São Paulo e o pediu em casamento. Essa foi também uma forma de homenagear o músico, que não estará no Anhembi neste carnaval, apesar de ter recebido liberação médica. A família do músico preferiu cancelar a presença dele no desfile por medida de segurança.

“Já que ele não vai desfilar, arranjei uma maneira do terno que seria usado no desfile ter uma serventia e o pedi em casamento. Vamos renovar nossos votos”, diz animada Babi, que é casada há 22 anos com Arlindo.

Arlindo Cruz será homenageado pela escola de samba X-9 Paulistana. Na foto, com o terno que usaria no desfile Foto: Reprodução/Instagram

Após sofrer um AVC em março de 2017, o cantor ficou um ano e três meses internado em um hospital do Rio e vem apresentando melhoras gradativas. Babi está empolgada para a homenagem que a X-9 fará ao marido e ressalta a todo momento a gratidão pela escola. Porém, revela que a agremiação não conseguiu se organizar financeiramente para levar Arlindo ao Anhembi nesta sexta-feira.

“Ele está pronto fisicamente para desfilar. Mas a escola teve um contratempo financeiro e não conseguiu arranjar o acompanhamento médico, enfermeiro e todas as necessidades básicas para o Arlindo não correr riscos. Realmente é uma produção cara. Nós temos uma relação maravilhosa com a X-9, é uma parceria desde o início, mas por conta da dúvida se ele estaria pronto ou não para desfilar, não houve uma organização prévia e as coisas foram deixadas para cima da hora “, conta Babi, segundo o Extra.

Arlindo Cruz conseguiu o laudo médico autorizando sua presença no desfile da escola paulista na última segunda-feira. O documento oficializa que o músico estava apto a atravessar a avenida. Mas além da questão de financeira, a previsão do tempo não foi favorável, já que o desfile desta sexta-feira deve contar com chuva forte.

“A X-9 é minha escola em São Paulo, eu amo essa agremiação. Quando o Arlindo provou o terno branco do desfile, ele sorriu de mostrar os dentes, algo que ele não fazia desde o AVC. A Avenida é um santuário com muitas energias positivas, quando entro nela me sinto flutuando, minha alma de porta-bandeira grita”, se emociona Babi.

Apesar de não estar presente no desfile, Arlindo Cruz assistirá a X-9 de maneira especial:

“A Flora Cruz (a filha caçula de Arlindo Cruz, de 15 anos, que está grávida) vai cuidar do pai. Estamos preparando um telão com churrasquinho e ele assistirá a homenagem sentado em um trono preparado especialmente para ele. Mas se a X-9 for campeã, eu garanto que ele irá buscar a taça”, diz Babi.

01/03/2019